RESPEITO

Movimentos sociais organizam ato em repúdio ao racismo e a intolerância religiosa

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 04/12/2014 às 17:15
Leitura:

Imagem de Iansã teve a cabeça arrancada no dia 19 de novembro

Imagem de Iansã teve a cabeça arrancada no dia 19 de novembro

Para lembrar o dia da Orixá Iansã, comemorado hoje (4), alunos da Faculdade de Direito do Recife organizaram um ato público nesta tarde. A concentração do evento está marcada para o final desta tarde, em frente à instituição, localizada na Rua Princesa Isabel, ao lado do Parque Treze de Maio.

Participantes devem vestir branco, uma vez que o ato chama atenção para o racismo e intolerância religiosa. Paulo Borges, integrante do movimento Zoada, um dos organizadores do ato destacou que a manifestação foi pensada após a Faculdade de Direito do Recife ter sido o cenário de uma atitude racista, de intolerância religiosa, quando uma imagem de Iansã teve a cabeça quebrada dentro da instituição, no dia 19 de novembro. "A gente resolveu se reunir para gritar contra o racismo, contra a intolerância religiosa e contra todos esses males que perseguem e atacam todos os dias as comunidades de terreiro", destacou o organizador.

De acordo com Paulo Borges, a instituição vai receber uma nova imagem de Iansã e a imagem que foi quebrada vai ser despachada segundo as tradições da religião.

Confira outros detalhes no flash de Lélia Perlim:

Mais Lidas