SDS

Iniciada há um ano, Operação Toque de Midas prende 13 pessoas

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 09/12/2014 às 15:01
Leitura:

Foto: Polícia Civil de Pernambuco/ Divulgação

A Operação Toque de Midas foi deflagrada pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco na manhã desta terça-feira (9). O objetivo da ação é identificar e prender uma associação criminosa que atuava nas cidades de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, e São Paulo, além dos municípios de Juazeiro e Sobradinho, na Bahia, e circunscrições vizinhas.

A delegada de polícia de Petrolina, responsável pelo caso, Poliana Nery, detalha que a operação foi iniciada há aproximadamente."Iniciou-se aqui em Petrolina com a chegada de um policial civil de São Paulo. Ele foi ouvido aqui sobre um tráfico de drogas em São Paulo", explicou Poliana."A partir disso me chamou atenção ele se passar por policial civil, mas a função dele ser auxiliar de papiloscopista, me chamou atenção o patrimônio dele e começamos a investigar e chegamos a conclusão que ele estava possuindo um patrimônico exorbidante ao valor que ele recebia", apontou a delegada.

De acordo com as investigações, o homem tinha um patrimônio de aproximadamente R$ 8 milhões. A quadrilha é suspeita de envolvimento com tráfico de drogas e de armas, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica, homicídios, extorsão, corrupção passiva, entre outros crimes. A repórter Aracely Nóbrega traz outros detalhes na reportagem a seguir:

Para a execução do trabalho, foi empregado um efetivo de aproximadamente 160 policiais, entre civis e militares. Foram cumpridos um total de 31 mandados, sendo 13 de prisão e 18 de busca e apreensão domiciliar, expedidos pelo juízo de direito da vara criminal da comarca de Petrolina. Em São Paulo, foram cumpridos dois mandados de prisão e dois de busca e apreensão.

Mais Lidas