VITÓRIA DE SANTO ANTÃO

Após morte de funcionários em explosão de caldeira, empresa é fechada por irregularidades

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 17/12/2014 às 15:58
Leitura:

A Superintendência Regional do Trabalho realizou, nesta quarta-feira (17), a perícia na caldeira que explodiu, na última segunda-feira (16), no município de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata Norte do Estado. O acidente aconteceu na empresa Carbono Indústria Ilimitada, localizada às margens da BR-232, e causou a morte de Eberaldo Severino da Silva, de 32 anos e José Felipe da Silva Nascimento, de 30.

De acordo com o auditor fiscal do trabalho da superintendência regional do trabalho, Marcos Miranda, são várias as irregularidades no local e nenhum serviço pode ser prestado por enquanto. "(o estabelecimento) Tem irregularidades na parte elétrica, parte de canalização de gás, o acesso de trabalhadores aos locais altos", detalhou. Além disso, os cerca de 20 trabalhadores da empresa trabalhavam sem registro.

Confira os detalhes na reportagem de Ísis Lima:

De acordo com informações repassadas pela Polícia Civil, os funcionários foram atingidos pela tampa da caldeira e chegaram a ser arremessados para fora da área de serviço. Se for comprovada a negligência por parte da empresa, o responsável pode responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. A reportagem tentou falar com a Carbono Indústria mas não conseguiu contato.

Mais Lidas