Celpe informa que energia foi restabelecida, mas ouvintes relatam que ainda estão sem luz

O apagão que atingiu a Região Metropolitana do Recife também prejudicou os cerca de 400 mil usuários que circulam por dia no metrô

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 18/12/2014 às 16:45
Leitura:
Alguns moradores do Grande Recife estão sem energia há mais de 15 horas




A Celpe informou que o fornecimento de energia no Ibura e em trechos da Zona Oeste do Recife foi restabelecido por volta das 14h desta quinta-feira (18). No entanto, muitos ouvintes relatam que a energia ainda não voltou ao normal na localidade onde moram.

Umas delas, inclusive, moradora do Ibura (Sucupira) informou que a Avenida Conde Pereira Carneiro continua sem luz. Em Tejipió a Av. Falcão de Lacerda também está enfrentando o problema. Outra ouvinte, que mora no Alto Santa Isabel, em Casa Amarela, infomou que também está sem energia.

De acorodo com a companhia "a ocorrência teve origem, na noite da quarta-feira (17), em virtude do desligamento das subestações Joairam e Bongi, da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), que resultou na interrupção parcial no Recife e Região Metropolitana. No início da tarde, foi concluída a recomposição das três linhas de transmissão de 69 kV, da Celpe, atingidas e danificadas após o rompimento de um cabo de 230 kV. Os técnicos da concessionária normalizaram o fornecimento depois que as equipes da Chesf realizaram a remoção do cabo que provocou a ocorrência".

Confira os detalhes do problema que deixou o Grande Recife no escuro na reportagem de Ísis Lima:

O apagão que atingiu a Região Metropolitana do Recife também prejudicou os cerca de 400 mil usuários que circulam por dia no metrô. Todas as linhas de trens pararam de funcionar no início da manhã desta quinta-feira (18), devido ao curto-circuito nas subestações da Chesf que interrompeu o abastecimento de energia vários bairros.

Ao longo da manhã, o funcionamento da Linha Sul e o Ramal Jaboatão, da Linha Centro, voltaram a funcionar. Entretanto, o ramal Camaragibe ainda está parado, sem previsão de retorno. De acordo com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) um cabo de transmissão da Chesf caiu sob a linha aérea do metrô e partiu a fiação dos veículos de Camaragibe.

A repórter Clarissa Siqueira acompanhou o problema:

Na estação de Joana Bezerra, as plataformas de embarque e desembarque ficaram lotadas de passageiros. Muitos foram pegos de surpresa com a paralisação. Salvino Gomes, assessor de comunicação do metrô do Recife, detalhou que vários cabos de energia queimaram.

Para minimizar o impacto da paralisação do ramal que liga Recife a Camaragibe, o Grande Recife Consórcio de Transporte, montou um esquema de reforço para os ônibus. A linha Camaragibe/CDU, teve o itinerário estendido até o Terminal de Integração do Barro. Já a linha Camaragibe/Centro opera com cinco veículos a mais. O usuário pode ainda esclarecer dúvidas pela central de atendimento do órgão, no 0800.081.0158

Mais Lidas