RISCO

Ação apreende mais de 700 kg de carne de jumento em Paulista

Além da carne, duas armas de fogo também foram apreendidas na ação

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 31/12/2014 às 15:22
Leitura:
Carne de jumento foi apreendida em um matadouro clandestino
Foto: Divulgação/ Assessoria do Paulista


A Companhia Independente do Meio Ambiente (Cipoma) e a vigilância sanitária do Paulista apreenderam, nesta quarta-feira (31), cerca de 750 quilos de carne de jumento prontas para o consumo humano. Além da carne, duas armas de fogo foram apreendidas no local.

A carne foi apreendida em um matadouro clandestino localizado na Estrada de Mumbeca, nas proximidades do Sítio do Sítio do Pica Pau Amarelo, em Paratibe. No local, também foram encontrados 22 animais prontos para o abate. O secretário de saúde do Paulista, Alberto Lima, detalha as condições do local e onde a carne seria comercializada. "O produto foi apreendido tanto pela sua origem como também pela falta de higiene e das condições sanitárias do ambiente. Tanto é que é um ambiente longe da área urbana, acho que justamente para se esconder das autoridades", destacou o secretário.

Além das carnes, duas armas de fogo foram encontradas no local


A carne seria destinada a alguns comerciantes da comunidade do Córrego do Jenipapo, no Recife, e outras cidades da Região Metropolitana.

A repórter Lélia Perlim traz os detalhes dessa apreensão:

O secretário explica o que será feito com a carne e qual o destino dos animais apreendidos. "Essa carne, como ela é imprópria para o consumo, ela será incinerada e os animais estão sendo apreendidos pelo nosso serviço de apreensão onde ficarão em um local adequado e depois serão doados à uma instituição filantrópica", destacou Alberto.

A população do paulista pode fazer denúncias sobre abate clandestino e condições sanitárias pelo telefone da Secretaria de Saúde do município no 3433-0473.

Mais Lidas