BRASIL, PÁTRIA EDUCADORA

Dilma toma posse e diz que educação será prioridade

Cerca de 20 mil pessoas foram à Praça dos Três Poderes, em Brasília, acompanhar a cerimômia de posse da presidente

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 01/01/2015 às 14:25
Leitura:
Dilma desfilou ao lado da filha, Paula Rousseff
Foto: Agência Câmara


No dia em que tomam posse governadores eleitos em todo o país e a presidente de Dilma Rousseff no seu segundo mandato. Cerca de 20 mil pessoas foram à Praça dos Três Poderes, em Brasília, acompanhar a cerimômia de posse da presidente. A presidente desfilou em carro aberto ao lado da filha, Paula Rousseff.

Romoaldo de Souza acompanha toda a solenidade e traz os detalhes:

Na presença dos presidentes do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, de autoridades estrangeiras, entre elas, os presidentes do Uruguai, José Mujica, e da Venezuela, Nicolás Maduro, além de ministros de seu governo e outros convidados, Dilma e Temer fizeram o juramento de “manter, defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro, sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil”.

Em seu discurso, Dilma agradeceu o apoio das mulheres e disse que as representa. Ela ainda afirmou que o lema de seu novo mandato será "Brasil, pátria educadora". "Ele é simples, direto e mobilizador. E reflete com clareza qual será nossa grande prioridade e sinaliza para qual setor deve convergir o esforço de todas as áreas", explicou.

A presidente releita ainda ressaltou o saída de 36 milhões de brasileiros da extrema pobreza. “Temos hoje a primeira geração de brasileiros que não vivenciou a tragédia da fome”, disse, ao ressaltar que fato ocorreu nos últimos anos, sendo 22 milhões nos primeiros quatro anos de seu governo.

Mais Lidas