QUEIMADOS

Fogos de artifício do réveillon fazem sete vítimas no Recife

Ainda não há informações do número de ocorrências no interior do Estado.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 01/01/2015 às 11:37
Leitura:


Os fogos de artifícios são indispensáveis para a festa da virada, mas é preciso ter muito cuidado na hora de manuseá-los para evitar lesões e queimaduras. Na noite desta quarta-feira (31), véspera de ano novo, sete pessoas deram entrada no Hospital da Restauração, na área central do Recife, vítimas de queimaduras, sendo quatro delas com fogos de artifício. Três dos pacientes já receberam alta, o único que permanece internado é um menino de 7 anos, que sofreu queimaduras de 2º grau no rosto e em partes do braço. A criança continua em observação, o estado de saúde dele é estável, mas não há previsão de alta.

De acordo com o chefe do Setor de Queimados do HR, o médico Marcos Barreto, esta é uma das épocas do ano que mais acontecem casos de queimadura no Recife e também no interior. "Geralmente esses casos aumentam na noite da passagem de ano. Por isso, desde 2012, nós realizamos uma campanha juntamente com o Corpo de Bombeiros e a mídia para chamar a atenção da população para os riscos que a utilização errada dos fogos podem trazer", explica o médico. Neste ano, os casos de queimaduras com fogos de artifício foi o mesmo do ano passado, quatro casos. Entretanto, ainda não há informações do número de ocorrências no interior do Estado.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a corporação não recebeu nenhum chamado por acidentes com fogos de artifício durante a festa da virada. Saiba mais na reportagem de Marcele Lima:

Mais Lidas