INTERNACIONAL

Pelo menos 12 pessoas morreram em ataque à redação de revista francesa

Dois homens encapuzados atearam fogo contra a sede da "Charlie Hebdo", que já havia sido alvo de um ataque em 2011

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 07/01/2015 às 9:19
Leitura:
Ruas no entorno da sede da Revista estão fechadas. Foto: Agência Brasil


Pelo menos doze pessoas morreram em um tiroteio em Paris na manhã desta quarta-feira (7). De acordo o jornal francês Le Monde, dois homens armados invadiram a redação da revista satírica "Charlie Hebdo" e abriram fogo.

O atentado teria acontecido por volta de 11h30 no horário local (7h30 no Recife). Na fuga, eles trocaram tiros com policiais em viaturas que chegavam ao local, segundo testemunhas. O professor da Universidade Federal de Pernambuco, Sandro Sayão, que mora em Paris, conta como foi vivenciar o atentado:

O crime aconteceu na sede da revista satírica Charlie Hebdo, que já havia sido alvo de um ataque em 2011, após publicar uma caricatura do Profeta Maomé, o que causou polêmica entre os muçulmanos. De acordo com testemunhas os atiradores teriam gritado a frase "vamos vingar o profeta".

Última postagem da revista no twitter dizia "Saudações al-Baghdadi também. E especialmente saúde", em tradução livre. Imagem: reprodução/twitter


A França acaba de elevar para o nível mais alto o status de segurança em Paris.

Mais Lidas