ECONOMIA

Ainda é pequena a procura por material escolar nas lojas do Recife

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 08/01/2015 às 15:26
Leitura:
Especialistas aconselham que pais comparem os preços em várias lojas
Foto: Guga Matos / JC Imagem


A procura pelo material escolar no Recife ainda é pequena neste início de ano. Os lojistas do centro da capital pernambucana acreditam que o movimento só vai crescer na segunda quinzena de janeiro. A compra de produtos nas próprias escolas e também os vencimentos de cartões de crédito a partir do dia 15 são os principais fatores que motivam a queda.

Economistas orientam a aquisição antecipada dos produtos para que o consumidor não pague mais caro na última hora. Outra dica é pesquisar os preços que variam bastante de uma loja para outra. O caderno com dez matérias pode ser encontrado por R$ 9,90 ou mesmo R$ 13. Outro produto muito procurado, a caixa de lápis de cor, vai de R$ 2,70 a R$ 3,20 com doze unidades. Dependendo da marca, o valor pode variar em 80%.

O Procon Pernambuco informa que os materiais de uso individual como canetas, cadernos e livros didáticos podem ser cobrados pelas escolas, mas os de uso individual não, a exemplo de material de escritório e administrativo. O assessor jurídico do órgão, Rafael Arruda, explica o caso em que a taxa de material escolar pode ser cobrada.

Um levantamento de preços está sendo feito pelo do Procon nas lojas e deve ser divulgado até a próxima segunda-feira (12) para auxiliar os pais na compra do material escolar.

Mais Lidas