Polícia investiga se incêndio que vitimou sobrinho e tio no Curado foi criminoso

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/01/2015 às 14:00
Corpos de tio e sobrinho foram encontrados carbonizados
Foto: Guga Matos / JC Imagem


Deve sair dentro de 30 dias o resultado do exame de DNA que vai confirmar se os corpos encontrados dentro de uma casa incendiada no bairro do Curado IV, em Jaboatão dos Guararapes, realmente são Keven Richard de Souza, de 10 anos, e do tio dele, Gilderlan dos Santos, de 26.

Familiares dos dois estiveram no Instituto de Medicina Legal, no bairro de Santo Amaro, nesta segunda feira (12), para tentar a liberação do corpo do garoto para o enterro, mas não foi possível porque ele estava totalmente carbonizado, sendo necessário, assim, o exame de DNA.

As duas vítimas estavam sozinhas em casa, quando, por volta de 1h da madrugada do domingo (11), aconteceu o incêndio. O Corpo de Bombeiros foi chamado ao local, mas quando chegou, os dois já estavam mortos, encontrados abraçados embaixo de uma cama.

A Polícia Militar trabalha com a hipótese de incêndio criminoso. O pai da criança, Ricardo Bernardino, aponta uma versão que fortalece a suspeita da polícia. Para ele, uma desavença entre a mãe do menino, de quem ele é separado, com a amante do atual companheiro dela pode ter motivado o crime.

A mãe do menino também compareceu ao IML e afirmou que não acredita em incêndio criminoso. O material para o exame de DNA deve ser colhido nesta terça-feira (13).