TRANSPORTE

Tarifa novas, velha reclamações. Usuários relatam o drama do transporte público no Grande Recife

Primeiro dia útil depois do reajuste de 12,93% nas tarifas de ônibus foi de reclamações

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/01/2015 às 10:48
Foto: Lélia Perlim/Rádio Jornal


Este segunda-feira é o primeiro dia útil com as novas tarifas de ônibus da Região Metropolitana do Recife (RMR). Os valores entraram em vigor desde a meia-noite deste domingo (11), mas como no domingo as tarifas são reduzidas, a polêmica foi ainda maior nesta segunda. O reajuste de 12,93% foi aprovado na última sexta-feira durante reunião do Conselho Metropolitano de Transporte Público.

Na prática, apenas as tarifas A, que corresponde a 80% das tarifas praticadas na RMR, e G tiveram reajuste, passando de R$ 2,15 para R$ 2,50 e de R$ 1,40 para R$ 1,60. As tarifas dos demais anéis não tiveram alterações. Os passageiros não estão confortáveis com o novo valor e também criticam a má qualidade do transporte. Novos protestos devem acontecer nesta quarta-feira (14).

Para as auxiliares de cozinha Elma Nascimento e Daniele Araújo o reajuste poderia ter esperado até o final do mês para o trabalhador poder se prepara. "Acho que eles não conseguiram aumentar antes, por isso aumentaram muito", diz Daniele. Já o maqueiro Rinaldo Ferreira acredita que o valor ficou salgado.

PROTESTOS

Novos protestos devem ocorrer nesta quarta-feira (14), foi o que informou o advogado e integrante da Frente de Luta pelo Transporte Público (FLTP), Pedro Joseph. Os detalhes de hora e local ainda serão acertados nesta terça (13), em reunião no Diretório Central do Estudantes da Universidade Católica de Pernambuco, às 19h.