Fiscais da Prefeitura do Recife fazem protesto pedindo mais segurança no trabalho

Apenas na atual gestão, três auxiliares de fiscalização já foram assassinados em serviço

INSEGURANÇA

Da Rádio Jornal

Foto: Lélia Perlim/Rádio Jornal


Cerca de 80 fiscais da Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano da Prefeitura do Recife realizaramm um protesto na manhã desta sexta-feira (16). Os trabalhadores saíram da Praça Dezessete, no bairro de Santo Antônio, no Centro do Recife, em direção à Prefeitura do Recife, no Cais do Apolo. Eles reivindicam o reforço na segurança para cumprir o expediente e melhores condições de trabalho.

[uolmais_audio 15342690]

De acordo com os fiscais, apenas na atual gestão, três auxiliares de fiscalização foram assassinados em serviço. O último caso aconteceu há dois dias. O ato é realizado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Asseio e Conservação de Pernambuco (Stealmoaic), representante da categoria. O grupo espera se reunir com o prefeito Geraldo Julio ou com o secretário da pasta, João Braga. "Se nenhum representante da prefeitura nos atender, nós vamos fechar a rua e realizar protestos durante todo o dia", segundo o presidente do Stealmoaic, Rinaldo Lima.

Por conta da manifestação, a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) bloqueiou o tráfego na Avenida Cais do Apolo, no sentido da Ponte do Limoeiro. Trânsito segue pela Rua Madre de Deus. O tráfego na área é intenso.

HOMICÍDIO - Na última terça-feira (13), o fiscal da prefeitura Giovani Bezerra da Costa, de 43 anos, foi assassinado enquanto participava da fiscalização do comércio informal na Praça Dom Vital, no centro do Recife. O homem foi atingido com um tiro na nuca e outro no tórax. Como auxiliar de fiscalização, ele deveria, apenas, recolher o material apreendido pela equipe de fiscalização da PCR, que é quem tem o poder de abordagem e atua com o apoio da Polícia Militar.

O suspeito, Cássio Balbino de Lima, de 38 anos, teria tido suas mercadorias apreendidas sete vezes pelo fiscal. Ele foi preso e encaminhado ao Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), onde ficará à disposição da Justiça.

TAGS

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

CONTINUE LENDO