SEGURANÇA

Sindicato diz que Governo do Estado quer esvaziar assembleia sobre greve da Polícia Civil

O encontro acontece nesta quarta-feira na sede do Sindicato da dos Policiais Civis de Pernambuco (Simpol), em Santo Amaro, área central do Recife.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 28/01/2015 às 6:45

A reunião para traçar os novos rumos da campanha salarial 2015, que também vai tratar a proposta de uma greve da Polícia Civil, foi marcada para esta quarta-feira (28). O encontro acontece à noite, na sede do Sindicato da dos Policiais Civis de Pernambuco (Simpol), em Santo Amaro, área central do Recife.

Coincidentemente, ou não, os agentes estão sendo convocados para a trabalhar em operações surpresa nesta quarta-feira, o que poderia esvaziar o encontro. No primeiro momento, a categoria pretende dialogar com o Estado mas não descarta promover paralisações no carnaval.

Os policiais civis estão insatisfeitos com o valor anunciado das diárias dos plantões durante o carnaval. Na assembleia serão discutidas estratégias para reverter os baixos salários e conquistar melhores condições de trabalho.

Áureo Cisneiros, presidente do Sindicato dos Policiais Civis afirma que existem muitas pendências:

Já nesta quinta-feira (29), outra assembleia geral mobiliza trabalhadores do Sistema Prisional do Estado. No encontro, será feita uma avaliação da rebelião no Complexo Prisional do Curado e do protesto na Penitenciária Barreto Campelo. Os agentes penitenciários denunciam que 4.700 postos estão vagos nas 18 unidades prisionais.

O presidente do Sindicato que representa a categoria, João Carvalho, afirma que o cenário é preocupante:

O Secretário Estadual de Defesa Social, Alessandro Cavalcanti, não foi localizado para falar sobre o assunto.