SEGURANÇA

Agentes penitenciários prometem paralisação se Governo não der resposta sobre questões salariais

Termina nesta sexta-feira o prazo estipulado para responder às demandas. Se a resposta não for positiva nas questões salariais, a categoria promete 48 horas de paralisação

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 06/02/2015 às 8:29

Os agentes penitenciários estão na expectativa para as respostas do Governo do Estado às reinvindicações em reunião na última quarta-feira (4). Se a resposta não for positiva nas questões salariais, a categoria promete realizar uma paralisação de 48 horas neste final de semana, dias em que acontecem as visitas íntimas.

Nessa quinta-feira (5), o Presídio Frei Damião de Bozzano, no Complexo Prisional do Curado, foi alvo de uma vistoria surpresa. Entre o material apreendido estão facas, facões e foices artesanais e industrializadas, aparelhos celulares, baterias, 40 litros de cachaça artesanal, cerca de 100 g maconha e balança de precisão.

Depois da vistoria, uma briga entre reeducandos deixou um ferido e o clima tenso. Messias Nascimento de Andrade, 32 anos, foi atendido no Hospital Otávio de Freitas, mas já recebeu alta.

PIRATARIA - Também nesta sexta-feira (6), a polícia detalha a prisão de oito chineses acusados de comercializar produtos falsificados. O detalhe é que um dos orientais foi autuado ao tentar furtar o material apreendido pelas equipes. A coletiva será na sede da delegacia de crimes contra a propriedade imaterial, na Visconde de Suassuna, na Boa Vista.