SÁBADO DE ZÉ PEREIRA

Desfile do Galo da Madrugada vai contar com a participação de 30 trios elétricos

Seis carros alegóricos vão fazer parte do desfile do Galo da Madrugada, dois a mais do que no último ano

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 10/02/2015 às 14:00
Foto: acervo JC Imagem


Seis carros alegóricos vão fazer parte do desfile do Galo da Madrugada, no sábado de Zé Pereira, dois a mais do que no último ano. O segundo abre-alas traz a face mais viva do gigante de São José, repaginado em cores brilhantes, e articulado, com movimentos de 45 graus da cabeça e asas em tamanho maior. Um verdadeiro convite para a maior atração do carnaval do Estado.

O compositor Carlos Fernando, criador do projeto Asas da América, uma revolução no mundo do frevo, é o grande homenageado. A obra e a vida do artista serão retratados no percurso de mais de 2 km. O presidente do bloco, Rômulo Menezes, ressalta a evolução do frevo a partir das criações do autor da música banho de cheiro.



As novidades vão ser mostradas no início do desfile, marcado para às 9h. Os clarins que antes desfilavam no chão ganham reforço de trombetas medievais em cima de um carro. 30 trios elétricos vão animar milhões de pessoas na estimativa do bloco. Artistas locais vão se misturar a nomes da música nacional em duetos. Saulo Fernandes, Marcelo D2, Lia Sofhia, entre outros, reforçam a folia.

O desfile deixa a Travessa do Forte, contorna a Avenida Sul, antes de chegar à Rua Imperial e ganhar a Dantas Barreto, na altura da Praça Sérgio Loreto. A apoteose, na Avenida Guararapes, é o último ponto antes do término do percurso na Rua do Sol. Lá no encontro com a escultura do galo gigante, o folião vai poder recomeçar a contagem para a chegada do próximo Sábado de Zé Pereira.