SEGURANÇA

Mesmo com clima de insatisfação, policiais e bombeiros militares descartam greve no carnaval

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 10/02/2015 às 18:30
Foto: acervo JC Imagem


Após reunião no Centro de Convenções, em Olinda, policiais e bombeiros militares decidiram não paralisar trabalho no período de carnaval. A reunião foi bastante tensa e longe de chegar a um consenso. Enquanto líderes de associações tentavam acalmar os colegas de trabalho, um grupo chegou a decidir marchar até o Palácio do Campo das Princesas, para lá votar a paralisação. Apesar do alarde, os policiais decidiram cancelar a mobilização na tarde desta terça-feira (10).

Nessa segunda (9), a Governo de Pernambuco apresentou propostas à categoria, entre elas, a promoção de 5400 PMs e Bombeiros e um aumento de 60% no ticket alimentação. A principal reclamação dos PMs, no entanto, é que não foi apresentado nenhum aumento. Eles pedem reajuste de 50% no salário dos soldados, 40 % no de sargentos a sub-tenente e 30% no dos oficiais.

Em entrevista à comunicadora Graça Araújo, o presidente da Associação das Praças de Pernambuco (Aspra), José Roberto Vieira, fala da situação enfrentada pelos policiais diariamente.