ZONA OESTE

Mercado de Afogados reabre mesmo com 21 boxes destruídos por incêndio

As equipes que descartaram o risco de desabamento da estrutura devem retornar nesta quarta-feira para uma nova vistoria na parte avariada

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 11/02/2015 às 6:03
Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação


O Corpo de Bombeiros acredita que as chamas que atingiram o Mercado de Afogados, Zona Oeste do Recife, foram provocadas por um curto circuito num dos equipamentos. Três viaturas foram acionadas para a ocorrência na madrugada desta terça-feira (10), que não teve feridos.

A maioria dos boxes atingidos pelo fogo era formada por bombonieres, sapatarias e oficinas para conserto de ventilador. Por conta do calor, parte da laje ruiu e a área no Mercado de afogados acabou sendo interditada pela Defesa Civil do Recife.

As equipes que descartaram o risco de desabamento da estrutura devem retornar nesta quarta-feira (11) para uma nova vistoria na parte avariada. Os permissionários que não tiveram o comércio atingido pelo incêndio também contabilizaram prejuízos.

Adriana Moreira, dona de um dos boxes, aproveitou o momento para denunciar o abandono do poder público:

A Prefeitura estima que o reparo dos boxes destruídos pelo fogo no Mercado de Afogados será concluído em 30 dias. Cássio Sinomar, secretário Executivo da Defesa Civil do Recife, tranquiliza os frequentadores do local: