LEI

Trabalhadores temporários também têm direitos, fique atento a eles na hora do desligamento

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 11/02/2015 às 18:00
Foto: Reprodução / Internet


Por causa do baixo crescimento das vendas de final de ano, o comércio em Pernambuco começou 2015 contratando menos profissionais. A Federação dos Empregados no Comércio de Bens e Serviços do Norte e Nordeste (Feconeste) registrou queda no número de efetivação dos trabalhadores temporários contratados no Natal.

Mesmo trabalhando temporariamente, os trabalhadores têm diretos assegurados por lei na hora do desligamento. Entre eles está o recebimento das férias e do 13º salário proporcionais ao período trabalhado, que pode chegar a 9 meses. A contratação deve ser prevista e registrada do Ministério do Trabalho, garantindo também os benefícios previdenciários.

Em entrevista à comunicadora Graça Araújo, da Rádio Jornal, o advogado e presidente da Federação, João Murinelli, trás mais detalhes dos direitos e da crise na contratação dos trabalhadores temporários: