Polícia Civil divulga operações de combate ao crime organizado

Entre os crimes, tráfico de drogas, comercialização de armas e pistolagem

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/02/2015 às 15:05

A Polícia Civil apresentou, nesta quinta-feira (12), no prédio sede na área central do Recife, as primeiras operações qualificadas desenvolvidas em 2015.

O Departamento de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) desarticulou uma quadrilha chefiada por um ex-policial militar, preso na cadeia pública de Limoeiro, na Zona da Mata. Nilo Alves Siqueira comandava a distribuição e o valor de drogas vendidas no Recife, na Região Metropolitana e em cidades do interior do Estado.

Com uma mulher que atuava no Ibura, a polícia encontrou uma metralhadora 9 mm. Além de dinheiro, mais de 300 kg de maconha, 1 kg de cocaína e 5 kg de pasta base de cocaína, o equivalente a 40 mil pedras de crack foram apreendidos.

Já na região do Sertão, a Operação Megapixel, prendeu nove homens integrantes de uma quadrilha de pistolagem. Eles são suspeitos de participação no assassinato de um fotógrafo, na cidade de Trindade. A polícia começou a apurar a atuação do grupo de homicidas por um triplo cometido em Ipubi. Entre os alvos, um ex-presidiário. Dois suspeitos com mandados de prisão temporárias estão foragidos. Equipes da Polícia Civil realizam buscas no Maranhão, e na capital.

E no Litoral Norte, em Goiana, João Epifânio da Silva, foi preso novamente por comercialização de arma de fogo. O mecânico mantinha uma oficina de concerto de armas, onde foram encontradas 11 espingardas de diversos calibres, quatro revólveres 38 e duas pistolas. O delegado de Goiana está investigando a propriedade e o uso dado ao material apreendido. Ele já havia sido condenado em 2008, e com ele estavam 66 armas.