RELIGIÃO

“Igreja e Sociedade” é o tema da Campanha Nacional da Fraternidade realizada pela Igreja Católica

A proposta, que tem como símbolo principal o Papa Francisco, é fazer com que os fiéis passem a ser mais protagonistas

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 18/02/2015 às 11:31
Cartaz de divulgação. Imagem: reprodução/internet


A ideia é aproveitar o período de quaresma onde os católicos refletem os ensinamentos cristãos para discutir outros assuntos. Com o lema “eu vim para servir”, baseado numa passagem bíblica, a proposta é fazer com que os fiéis passem a ser mais protagonistas. O Padre Paulo Sérgio explica o sentido da quaresma:

A campanha da fraternidade foi lançada, nesta quarta-feira (17), às 16h, na sede do Movimento Pró-Criança, no bairro dos Coelhos, depois da Missa de Cinzas, que será realizada no mesmo local. Antes da cerimônia, o arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, falou sobre as ações desenvolvidas pela Igreja Católica.

O arcebispo irá incentivar os trabalhos desenvolvidos nos movimentos e pastorais das 117 paróquias. A quaresma é o período de 47 dias, ou 40 dias se não contarmos os domingos, que antecedem a páscoa, que representa a ressurreição de Jesus Cristo.

O padre Luciano Brito, presidente da Comissão Pastoral para Comunicação, afirma que o momento é de se reencontrar com Deus: