INVESTIGAÇÕES

Cuidadora de idosos é presa por crime cometido há 24 anos

Ao ser interrogada, a ex-cuidadora confessou ter praticado o assassinato

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 20/02/2015 às 14:34

24 anos depois, uma cuidadora vai responder pela morte de um aposentado assassinado a pauladas. Sônia Maria da Silva, hoje com 68 anos, trabalhava para Alcides Francisco de Lima. O crime ocorreu em casa, no Barro, na região Sudoeste do Recife. A prisão foi feita pela Delegacia de Capturas.

De acordo com Beatriz Gibson, titular da Especializada, Sônia teria denunciado a filha de criação, Sandra Mendes da Silva, hoje com 47 anos, que foi presa e condenada a 12 anos. Ela recorreu sem sucesso e o caso chamou a atenção da delegada. Ao procurar a mãe, descobriu que as duas possuíam mandado de prisão preventiva pelo crime

Ao ser interrogada, a ex-cuidadora confessou ter praticado o assassinato. Mãe e filha estão entregues ao sistema prisional e ficam sob responsabilidade da justiça.