INVESTIGAÇÕES

Polícia Civil já ouviu 20 testemunhas do caso do estupro em retiro em Bezerros

A justiça deve determinar quebra de sigilo telefônico e a realização do retrato falado de um dos envolvidos

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 20/02/2015 às 16:00

A Polícia Civil já ouviu 20 testemunhas do caso de estupro de duas mulheres e de três adolescentes em retiro em Bezerros. De acordo com o delegado Antônio Dutra, os suspeitos apresentados não foram reconhecidos pelas vítimas.

A justiça deve determinar quebra de sigilo telefônico e a realização do retrato falado de um dos envolvidos. O material para exame de DNA do estuprador já foi colhido nas jovens abusadas.

A polícia acredita que o estupro foi cometido por uma pessoa, que teria chegado ao local mascarada. Outras pessoas podem, no entanto, estar envolvidas no assalto que levou 20 celulares e uma moto. Informações sobre o crime podem ser repassadas para a delegacia de Bezerros ou Disque Denúncia Agreste no 3719.4545.

LEIA MAIS
Polícia solicita quebra do sigilo telefônico dos suspeitos de estupros em retiro espiritual