MOBILIDADE

Acordo de melhorias na BR-101 pode diminuir deficit estrutural na Região de Suape

Mais de R$ 12 milhões serão investidos nas obras

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 25/02/2015 às 13:46
Foto: Guga Matos / acervo JC Imagem


Até fevereiro de 2016, trabalhadores de empresas instaladas no Complexo do Porto de Suape, no Litoral Sul do Estado, poderão ser beneficiados com melhorias estruturais. É o que garante um protocolo de intenções assinado entre o Governo do Estado e a iniciativa privada, ligada diretamente a Suape.

Mais de R$ 12 milhões serão investidos em obras estruturais na BR-101 Sul, custeadas pelo grupo de empresas. As participantes vão poder receber 5% de isenção do ICMS, ao mês. A iniciativa foi pensada, há cerca de 3 anos, quando o governador Paulo Câmara ainda era secretário da Fazenda.


O pacote de melhorias inclui adequação do sistema de drenagem, recuperação de pavimento e implementação de um túnel, em substituição do retorno da BR-101, na altura da fábrica da Vitarela. As ações contemplam um trecho em frente à Coca-Cola, no final da Estrada da Batalha, e a rotatória próxima ao hospital Dom Helder.

O levantamento para a execução da obra foi apresentado pela companhia Cone, que representa mais de 53 empresas de logística instaladas no complexo, com objetivo de solucionar o déficit estrutural da área. Mais de 100 mil pessoas se deslocam da Região Metropolitana para Suape por dia. A mudança vai gerar redução de tempo de percurso, garante Marcos Roberto Dubeux, representante da Cone.

Em média, o trabalhador perde 3 horas de trajeto para entrar e sair do Porto de Suape.