DENÚNCIA

Morte de adolescente na Avenida Boa Viagem pode ter sido causada por agressão policial

Rafael foi morto enquanto fumava maconha com um primo. Ele teria se envolvido em uma briga com outros rapazes que também queriam usar a droga

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 25/02/2015 às 14:18
Foto: Reprodução / TV Jornal


A morte do adolescente de 17 anos, Rafael Andrade Barbosa, no calçadão da Avenida Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, na noite da última segunda-feira (23), ganhou novos capítulos. Nesta quarta-feira (25), em entrevista ao repórter Roberto Carvalho, uma pessoa próxima da vítima, que não quis se identificar, levantou a suspeita de Rafael ter sido morto após agressão de policiais militares.

No dia da morte, testemunhas informaram que o jovem foi agredido por um capacete. Mas, nesta quarta-feira (25), no Instituto de Medicina Legal, o laudo do médico não teria constatado nenhuma pancada forte que levasse Rafael a óbito. O laudo do IML teria encontrado areia na traqueia da vítima. Agora, vai ser pedido um exame toxicológico para determinar a causa da morte.

A pessoa próxima a Rafael, que não quis se identificar, acredita que a morte tenha sido causada devido a agressão dos policiais. O delegado responsável pelo caso, Paulo Furtado, afirma que ainda não há informação sobre agressão de policiais como causa da morte de Rafael.

O delegado vai começar a ouvir testemunhas sobre o caso a partir desta quinta-feira (26). As imagens do local já foram solicitadas e foi pedido urgência na conclusão dos laudos. Procurada pela reportagem, a Polícia Militar informou que ainda não vai falar sobre o caso.

Rafael foi morto enquanto fumava maconha com um primo. Ele teria se envolvido em uma briga com outros rapazes que também queriam usar a droga.