OLINDA

Julgamento de Danilo Gentili por agressão à pernambucana doadora de leite acontece nesta quarta-feira

Apresentador nunca pediu desculpas e parece não se preocupar com a situação. Michele Maximino espera que “seja feita justiça”

Da Rádio Jornal; atualizada às 14h30
Da Rádio Jornal; atualizada às 14h30
Publicado em 04/03/2015 às 7:00
Foto: reprodução/internet


Na semana em que se lembra o Dia Internacional da Mulher, o Fórum de Olinda realiza a primeira audiência judicial movida pela pernambucana Michele Maximino contra o apresentador Danilo Gentilli por danos morais. Com uma hora de atraso, o julgamento já começou e os advogados de defesa vão representar o apresentador. Danilo Gentili deve ser ouvido em São Paulo, com data ainda a definir. O marido de Michele,
Ederval Trajano, fala do que uma possível vitória vai representar para a família:

Considerada pelo Rank Brasil como a maior doadora de leite materno do Brasil e já tendo batido o recorde mundial com a doação de 407 litros em 11 meses, Michele Maximino está contando os segundos para a audiência e acredita que a justiça vai ser feita. Em 2013, através de piadas e chacotas feitas em rede nacional, Danilo Gentili comparou Michele ao ator pornô “Kid Bengala” por causa do tamanho dos seios dela.

Danilo Gentili nunca pediu desculpas e parece não se preocupar com a situação. Recentemente, o apresentador postou uma foto, em uma rede social, onde aparece em uma praia, com a legenda "esperando os processos".

Foto: reprodução/facebook


Michele, que é mãe de dois meninos, o mais velho de 15 anos e o mais novo com cinco anos, e uma menina com dois aninhos, ficou muito abalada com o ocorrido. A família da técnica em Enfermagem, que está desempregada, teve que se mudar da cidade de Quipapá, Zona Da Mata Sul do Estado, onde morava, devido às chacotas da população local.

Para ajudar Michele a se recuperar, profissionais de saúde e pais dos recém nascidos decidiram enviar mensagens de apoio à doadora. Michele ainda amamenta a filha e armazena um excedente de 300 ml de leite por dia. Ela tem juntado esse volume para doar ao Hospital Agamenon Magalhães, cujo banco está com estoque em baixa.