VIOLÊNCIA

Suspeita de encomendar a chacina de poção pode ter mandado matar mãe da neta

O crime aconteceu em 2012. Bernadete Siqueira de Brito Rocha e seu José Cláudio de Brito Siqueira permanecem presos.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 05/03/2015 às 7:43
Leitura:

A suspeita de ser a mandante da chacina que vitimou quatro pessoas na cidade de Poção, no Agreste Pernambucano, também pode estar envolvida em outro crime. Segundo a polícia, a oficial de justiça Bernadete Siqueira de Brito Rocha é acusada de envenenar a própria nora para ficar com a neta, em 2012.

A guarda da garota teria sido a motivação para que ela encomendasse a morte da avó materna e de três conselheiros tutelares da cidade. Ela permanece presa, assim como o filho, José Cláudio de Brito Siqueira, também suspeito de encomendar o crime.

A Polícia Civil vai continuar as diligências em busca de provas e só vai se pronunciar após o término das investigações.

Mais Lidas