OLINDA

Justiça realiza primeira audiência do caso da professora e do filho mortos a facadas em fevereiro de 2014

Sandra Lúcia Fernandes foi morta pelo namorado por, supostamente, ter beijado outro homem. O menino de 10 amos foi assassinado por ter tentado evitar a morte da mãe

Da Rádio Jornal; atualizada às 15h40
Da Rádio Jornal; atualizada às 15h40
Publicado em 11/03/2015 às 8:04
Leitura:
Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal


A sessão está prevista para acontecer às 14h desta quarta-feira (11), no Fórum de Olinda, localizado na Avenida Pan Nordestina, na Vila Popular. Sandra Lúcia Fernandes, de 48 anos e Icauã Rodrigues, de 10 anos, foram assassinados dentro do apartamento da família, em Jardim Atlântico.

O acusado, Marcos Aurélio Barbosa da Silva, de 24 anos, era namorado da professora e confessou o duplo homicídio. Acordo com depoimento prestado pelo acusado à polícia, o crime foi cometido por ciúmes. Marcos Aurélio esfaqueou Sandra Lúcia na frente da criança, que foi morta por ter tentado evitar a morte da mãe.

Foto: Lélia Perlim / Rádio Jornal

Na audiência de instrução desta quarta, a expectativa é de que o acusado preste depoimento pela primeira vez perante a Justiça. A última vez que o suspeito se pronunciou foi logo após o crime, em depoimento ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, quando tentou justificar o crime por ter visto a professora beijando outro homem.

O Sindicato dos Professores da Rede Municipal do Recife (Simpere), categoria da qual Sandra fazia parte, está preparando um manifesto durante a audiência. A coordenadora Geral do Sindicato, Simone Fontana, explica como vai acontecer o protesto:

Mais Lidas