TRADIÇÃO

Idealizador da Paixão de Cristo do Recife denuncia redução de verba vinda da Prefeitura da Cidade

De acordo com José Pimentel, o corte vai comprometer a concretização da Paixão de Cristo no próximo mês

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/03/2015 às 13:49
Leitura:
Foto: Bobby Fabisack / JC Imagem


Há 37 anos à frente da Paixão de Cristo do Recife, José Pimentel denuncia que há anos vem passando dificuldades financeiras para realizar a apresentação. O ator, que interpreta Jesus, afirma que a Prefeitura do Recife fez um corte no valor que eles tiveram no ano passado. O espetáculo é apresentado no Marco Zero da capital pernambucana no período da Semana Santa. De acordo com José Pimentel, o corte vai comprometer a concretização da Paixão de Cristo no próximo mês.

De acordo com o ator, os fogos já tiveram que ser retirados por falta de dinheiro, o cenário é o mesmo há 19 anos e já sofreu desgaste por conta do tempo. Além disso, segundo José Pimentel, o figurino também está desgastado.

Por meio de nota, a Prefeitura informou que o valor do patrocínio para a realização da Paixão de Cristo 2015 permanece o mesmo do ano passado. Segundo a PCR, não houve nenhum corte de verba.

Mais Lidas