PETROBRAS

Raul Jungmann cita investigação de Collor para explicar que Dilma poderia ter sido investigada por Janot

O PPS apresentou, nessa sexta (13), recurso no STF pedindo que a presidenta seja investigada por ter sido citada na Lava Jato

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/03/2015 às 18:59
Leitura:
Foto: Reprodução / Internet


O Partido Popular Socialista (PPS) apresentou, nessa sexta-feira (13), recurso no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo que a presidenta Dilma Rousseff seja investigada por ter sido citada por delatores da Operação Lava Jato como possível beneficiária do esquema de corrupção envolvendo a Petrobras.

Quem deu entrada na petição foi o deputado federal Raul Jungmann (PPS-PE) que, em entrevista à Rádio Jornal, explicou os motivos do pedido.

De acordo com ele, a constituição blinda presidentes, de modo que só é possível abrir processo contra eles com autorização do STF. No entanto, na fase processual ou administrativa não há essa proteção, permitindo a investigação, como foi feita com o presidente Collor.

A presidenta teria sido citada 11 vezes em depoimentos sobre a Petrobras.

Mais Lidas