SEGURANÇA

Cooperação entre polícia militar e exército brasileiro leva tecnologia para a segurança de presídios

Agentes penitenciários participaram de capacitação para utilizar detector de metais de uso exclusivo das forças armadas

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 17/03/2015 às 12:03
Leitura:

Agentes penitenciários de Pernambuco participaram nesta terça-feira (17) de um treinamento para utilizar aparelhos detectores de metais do Exército Brasileiro. As aulas práticas aconteceram no 4º Batalhão de Polícia Militar do Exército, que fica na BR 232, após a utilização inédita do equipamento em revistas aos presídios.

A utilização dos novos equipamentos faz parte de uma parceria do Governo do Estado e Comando Militar do Nordeste. A tecnologia permitiu encontrar os materias tanto na área externa, quanto na área interna dos quatro pavilhões da unidade e deve ser utilizada em todos os presídios do estado. Saiba mais na reportagem de Clarissa Siqueira:

Na revista realizada nessa segunda-feira (16) no Presídio Frei Damião de Bozanno, no Complexo do Curado, Bairro do Sancho, Zona Oeste do Recife, foram encontradas mais de 200 armas brancas e 90 celulares. Entre as armas, industrializadas e de fabricação artesanal, encontradas estavam 123 facas, 38 facões e 32 machados. Também foram apreendidos 210 litros de cachaça artesanal, 2,5 kg de maconha, aproximadamente 400g de crack, 11 tubos de cola e cinco balanças de precisão, além de chips e carregadores de celular.

Mais Lidas