MOBILIZAÇÃO

Guardas Municipais voltam a protestar pela implantação de um plano de cargos e carreira no Recife

A categoria também reivindica o pagamento de horas extras de diversos funcionários. Na Guara Municipal do Recife trabalham 940 funcionários, dos quais 280 são guardas de trânsito.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 19/03/2015 às 10:01
Leitura:
Foto: JC Trânsito/ Twitter @jctransito

Guardas Municipais do Recife realizam uma paralisação na manhã desta quinta-feira (19) em frente à sede da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), que fica na Rua Frei Casimiso, no bairro de Santo Amaro, região central do Recife. A categoria reivindica a implementação do plano de cargos e carreira, além do pagamento de horas extras de diversos funcionários.

De acordo com o subinspetor de Trânsito, Albino Correia, que faz parte da comissão de negociações com a Prefeitura, o protesto acontece por que um acordo feito em 2014 com o Secretário Marcone Muzio para o pagamento de adicional de horas extras. De acordo com Albino, um projeto irira para a Câmara em fevereiro, com pagamento acertado para março com efeito retroativo, o que não aconteceu. "por causa do protesto de ontem, o projeto foi enviado à Câmara com indefinições", afirma.

Durante 1h30, cerca de 100 pessoas estiveram em frente à CTTU bloqueando a Rua Frei Casimiro, de acordo com informações dos manifestantes. Os orientadores de trânsito, que não são funcionários da Prefeitura, estão trabalhando normalmente.

OS serviços interrompidos são os atendimentos a ocorrências de trânsito, tanto por batedores (motos) quanto em viaturas (carros). O serviço de guarda a prédios oficiais está funcionando com 50% do efetivo.

Na Guara Municipal do Recife trabalham 940 funcionários, dos quais 280 são guardas de trânsito. Com a movimentação, a estimativa é que apenas 30% do efetivo total de Guardas Municipais esteja nas ruas.

Mais Lidas