EDUCAÇÃO

Professores da Rede Estadual de Ensino podem decretar greve hoje em todo o Estado

A votação da greve vai depender de reunião, que vai ocorrer agora pela manhã, entre os representantes do Sindicato e o Governo do Estado.

Da Rádio Jornal, atualizada às 9h16
Da Rádio Jornal, atualizada às 9h16
Publicado em 23/03/2015 às 6:54
Leitura:
Na sexta-feira (13), depois de assembleia, os professores saíram em protesto pelo Centro do Recife. Foto: Mariana Dantas/NE10


O Sindicato dos Professores da Rede Estadual (Sintepe) convocou para às 14h desta segunda-feira (23), uma assembleia no Teatro Boa Vista onde a categoria pode deflagrar paralisação por tempo indeterminado. A votação da greve vai depender de reunião, que vai ocorrer agora pela manhã, entre os representantes do Sindicato e o Governo do Estado.

Os professores estão em estado de greve desde o último dia 13, porém, as aulas estão acontecendo normalmente. A decisão da categoria foi tomada após o governo estadual encaminhar à Assembleia Legislativa de Pernambuco um projeto de lei que reajusta em 13,01% apenas o salário dos professores com nível médio, o antigo magistério.

Para os que possuem ensino superior, o reajuste foi de 0,89%, o que iguala o salário de todos. O Sindicato alega que a medida desregula o plano de cargos e carreira da categoria.

De Caruaru, uma comitiva representando 16 municípios do Agreste parte no final da manhã desta segunda-feira para o Recife. O coordenador Geral do Sintepe no Agreste, Fabiano Andrade, diz que a greve pode acontecer a qualquer momento. Além de reinvindicar questões salariais, mas também por melhorias nas estruturas das escolas. "A grande parte maioria das escolas da rede ainda estão com estruturas precárias. Eu, por exemplo, sou professor de uma escola que não é de referência e a gente sofre com chuvas, com telhados quebrados, com água de má qulidade e por aí vai", desabafa.

Mais Lidas