EDUCAÇÃO

Professores de Pernambuco votam por não decretar greve e seguem em passeata até Palácio do Campo das Princesas

Nova assembleia está marcada para a sexta-feira (27). Paralisações acontecem na quarta e na quinta

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 23/03/2015 às 17:00
Leitura:
Foto: Lélia Perlim / Rádio Jornal


Em assembleia realizada na tarde desta segunda-feira (23), os professores da rede estadual de ensino decidiram não iniciar uma greve. Eles permanecem em estado de greve, mas ainda não vão paralisar totalmente as atividades. A categoria sai agora em passeata até o Palácio do Campo das Princesas. No calendário das mobilizações já estão marcadas paralisações na próxima quarta (25) e na quinta-feira (26), e uma nova assembleia na sexta (27), às 9h, no Teatro Boa Vista, na área central do Recife.

Foto: Lélia Perlim / Rádio Jornal


De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintepe), Fernando Melo, uma reunião com o secretário de Administração de Pernambuco está marcada para a segunda-feira (30), onde será apresentada a pauta de reivindicações da categoria:

Os professores estão em estado de greve desde o último dia 13, porém, as aulas estão acontecendo normalmente. A decisão da categoria foi tomada após o governo estadual encaminhar à Assembleia Legislativa de Pernambuco um projeto de lei que reajusta em 13,01% apenas o salário dos professores com nível médio, o antigo magistério.

Para os que possuem ensino superior, o reajuste foi de 0,89%, o que iguala o salário de todos. O sindicato alega que a medida desregula o plano de cargos e carreira da categoria. A proposta reajusta o salário de 4050 professores, em um universo de 49 mil profissionais, entre ativos e aposentados.

LEIA MAIS
Professores da Rede Estadual de Ensino podem decretar greve hoje em todo o Estado

Mais Lidas