SANEAMENTO

PPP do saneamento pretende alcançar 100% da rede de esgoto de São Lourenço da Mata em 2015

Atualmente, a Região Metropolitana tem apenas 30% de cobertura sanitária e, na perspectiva do governo, a meta é atingir 90% de cobertura até 2025

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 30/03/2015 às 14:32
Leitura:
Foto: Guga Matos / JC Imagem


Em audiência na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), parlamentares, representantes da Compesa e Odebrecht, parceira do governo, discutiram o andamento da Parceria Público-Privada (PPP), Programa Cidade Saneada. O contrato foi firmado há 2 anos, e tem como objetivo levar esgotamento sanitário à toda Região Metropolitana e à cidade de Goiana, na Zona da Mata, até 2048.

Atualmente, a Região Metropolitana tem apenas 30% de cobertura sanitária e, na perspectiva do governo, a meta é atingir 90% de cobertura até 2025. Os investimentos são da ordem de R$ 4,5 bilhões sendo R$ 3,5 da Odebrecht e R$ 1 bilhão do Governo do Estado.

Como atribuição do agente privado, está investir para ampliar e recuperar o sistema e prestar serviços, em um período de 35 anos. Em contrapartida, o consórcio receberá pelos serviços oferecidos aos beneficiados.

Desde a implantação do programa, mais de 40 mil serviços foram finalizados. O presidente da Compesa, Roberto Tavares, disse que como a parceria é longa, hoje é difícil mensurar o andamento da PPP do saneamento. Ele apresenta os objetivos a serem atingidos em 2015 pela programa.

Até o momento, R$ 200 milhões foram investidos em melhorias do sistema de esgotamento sanitário do Recife, Olinda, Paulista, Cabo de Santo Agostinho e Ipojuca.

Mais Lidas