INVESTIGAÇÕES

Surfista atacado por animal na praia de Del Chifre, em Olinda, diz que viu tubarão

Ele relata que chegou a ver o bicho e ainda deu um soco no focinho

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 01/04/2015 às 14:15
Leitura:
Foto: Lélia Perlim / Rádio Jornal


O surfista Diego Gomes Mota, de 23 anos, falou pela primeira vez à imprensa, nesta quarta-feira (1º), depois do suposto ataque de tubarão na praia de Del Chifre, em Olinda. O jovem, que teve ferimentos na perna esquerda, está internado no Hospital Miguel Arraes, em Paulista, e, de acordo com os médicos, passa bem, sem riscos de perder movimentos.

A coletiva de imprensa aconteceu um dia depois que Diego afirmou ter sido mordido enquanto surfava com parentes e amigos. Apesar do Corpo de Bombeiros, do Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit) e médicos afirmarem que não é possível ainda definir qual animal marinho mordeu o jovem, para Diego não há dúvidas de que foi um tubarão. Ele relata que chegou a ver o bicho e ainda deu um soco no focinho.

Sobre a segurança no local, Diego sabia que era perigoso surfar na praia de Del Chifre por causa de ataques de tubarão. Ele garante que a partir de agora vai orientar amigos e parentes a não mais surfar em áreas de risco.

Segundo o coronel Clóvis Ramalho, presidente do Cemit, pesquisadores da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) já estão com a prancha do surfista para avaliar as marcas de mordida. Só depois de uma análise conjunta vai ser possível definir que animal marinho atacou Diego.

A previsão é de que o surfista receba alta neste final de semana, já que precisa tomar antibióticos na veia. Se confirmado o ataque de tubarão a Diego, este será o de número 60 em Pernambuco.

LEIA MAIS
Projeto de monitoramento de tubarão considera a possibilidade de jacaré ter atacado surfista em Olinda

Mais Lidas