cinema

Feriadão da Semana Santa com lançamentos de filmes para todos os públicos e bolsos

Além do lançamento de “Velozes e Furiosos 7”, o final de semana tem outras três estreias e a reexibição de "O Exorcista"

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 02/04/2015 às 11:02
Leitura:
Imagem: reprodução/internet


Um dos filmes mais aguardados do ano chega aos cinemas esta semana. “Velozes e Furiosos 7” tem a missão de encerrar a franquia, iniciada em 2001. O filme faz uma bonita homenagem a Paul Walker, que faleceu em acidente de carro no fim de 2013.

Como o ator morreu no período das gravações, a produção recorreu a imagem gerada por computador e também aos irmãos de Paul em cenas em que não aparecia o rosto do ator. A direção do filme é do malaio James Wan, que deu início a franquias como Jogos Mortais e Sobrenatural.

Nesse novo trabalho, os personagens Brian O’conner, Dominic e companhia terão de deter um ex-agente secreto britânico, feito por Jason Stathan, que busca vingar a morte do irmão. “Velozes e Furiosos 7” traz muita ação e já é considerado o melhor filme da série. Aqui no Brasil, o filme estreia em 1.046 salas.

Imagem: reprodução/internet


Já no Cinema da Fundação, o destaque é “Branco Sai, Preto Fica”, de Adirley Queirós. O longa recebeu o prêmio de melhor filme no Festival de Brasília. É um misto de documentário e ficção, que surge de uma história real, envolvendo uma ação violenta de policiais em um baile black music na Ceilândia, no entorno da capital federal em 1986.

Como resultado desse ataque, dois homens ficaram marcados para sempre. Um deles ficou paraplégico e outro perdeu uma das pernas. A partir disso, Adirley cria uma trama futurista, onde os pobres são excluídos de Brasília, já que para acessar a capital, é necessário ter um passaporte.

Para reparar os erros do governo, um agente viaja no tempo à procura dos dois homens agredidos. Saiba mais sobre os destaques da sétima arte na reportagem de Houldine Nascimento:

O projeto Clássicos Cinemark, no RioMar Shopping exibe “O Exorcista”. Lançado em 1973, o filme mostra uma atriz preocupada com o estado da filha, uma adolescente com algumas atitudes anormais. A mulher decide recorrer a um padre, que diz que a garota está possuída pelo demônio e precisa passar por um exorcismo para tentar livrar a menina do espírito maligno.

Para os padrões da época, o filme caprichou nos efeitos visuais e contou com um elenco de peso. Imagem: reprodução/internet


A direção é de William Friedkin, que recebeu dois Oscars em 1974, um por roteiro adaptado e outro por som. As sessões acontecem neste sábado e no domingo.

Mais Lidas