NEGOCIAÇÃO

Insatisfeitos com insegurança, metroviários decidem em assembleia novas mobilizações

A reunião está marcada para esta quinta-feira. Objetivo é cobrar novamente um reforço na segurança

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 02/04/2015 às 6:35
Leitura:
Divulgação/Sindimetro


No ano passado, os trabalhadores suspenderam as atividades por três dias para protestar contra o clima de violência. Já em 2015, os maquinistas não operaram os trens com base no direito de recusa após a ação das torcidas organizadas. A insegurança é rotina e os metroviários questionam a eficácia das medidas adotadas pelo Metrorec.

Nessa quarta-feira (1º), os sindicalistas estiveram reunidos com o superintendente da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), Bartolomeu Carvalho. Em pauta, os constantes assaltos e furtos, agressões e ameaças e até assédio sexual contra mulheres.

A assembleia dos metroviários está marcada para às 18h desta quinta-feira (2), na Estação Central do metrô, que fica no bairro de São José. Levi Arruda, diretor de Comunicação do Sindmetro, entidade que representa a categoria, cobra o reforço na segurança:

Mais Lidas