FRAUDE

Polícia Federal fecha loja de seguro para motocicleta em Gravatá, no Agreste de Pernambuco

Para impedir a movimentação financeira e para que os consumidores prejudicados possam ser ressarcidos, as contas da empresa foram bloqueadas

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/04/2015 às 15:25
Leitura:
Foto: Divulgação / Polícia Federal


Documentos que comprovam a atividade ilegal de mais de mil contratos foram apreendidos, nessa quinta-feira (2), em uma loja de seguros para motocicleta em Gravatá, no Agreste de Pernambuco. O proprietário da loja não foi encontrado e é aguardado na sede da Polícia Federal para prestar depoimento na próxima semana.

A operação foi realizada por intermédio da Delegacia de Repressão a Crimes Financeiros. O chefe de comunicação da Polícia Federal em Pernambuco, Giovani Santoro, detalha que a empresa praticava a venda de seguros, com o valor abaixo do mercado.

Para impedir a movimentação financeira e para que os consumidores prejudicados possam ser ressarcidos, as contas da empresa foram bloqueadas.

Caso o proprietário do estabelecimento não apresente uma justificativa para a atividade ilícita, ele pode ser indiciado em inquérito policial pelo crime de operar sem a devida autorização. As penas variam de um a quatro anos de reclusão, além de multa.

Mais Lidas