CATÓLICOS

Começa processo de beatificação de Dom Hélder Câmara

Título de Servo de Deus foi concedido pelo Vaticano e marca o início do processo de beatificação e canonização do "Dom da Paz"

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 08/04/2015 às 14:31
Leitura:
Foto: Reprodução / Agência Brasil


Dom Helder Câmara, arcebispo emérito de Olinda e Recife, falecido em 1999, agora é um Servo de Deus. Este título foi concedido pelo Vaticano e marca o início do processo de beatificação e canonização do "Dom da Paz". Os detalhes sobre os procedimentos para que o religioso seja considerado Santo oficialmente pela Igreja foram divulgados, nesta quarta-feira (8), em coletiva de imprensa, na sede da Cúria Metropolitana do Recife.

O processo deve ser oficialmente aberto com uma missa, marcada para o dia 3 de maio, na Catedral da Sé, em Olinda, às 9h. Na ocasião, vai ser instalado um tribunal com o objetivo de receber e analisar os textos e depoimentos de pessoas que tiveram contato com Dom Hélder. De acordo com o arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, qualquer um pode entregar ao tribunal materiais, a exemplo de fotos ou cartas.

Concluídos, os relatórios devem ser enviados ao Vaticano e analisados. Com o aval do Papa Francisco, o Dom da Paz recebe o título de Venerável Servo do Senhor. Só depois de anexadas outras provas de santidade, o religioso torna-se Beato para ainda ser considerado Santo. Tudo isso não tem prazo para ser concluído e pode durar anos.

O frei Jociel Gomes foi escolhido pela arquidiocese como o organizador do processo no Recife. Ele aponta que outros dois nomes marcantes para a história de Pernambuco também estão com processo de beatificação e canonização em andamento no Estado: Frei Damião e Dom Vital.

Dom Hélder Câmara era cearense e ficou conhecido pela luta em defesa dos pobres. Os restos mortais dele estão na Catedral da Sé, em Olinda.

Mais Lidas