VIOLÊNCIA

Polícia ainda investiga caso de menina morta por bala perdida em Paulista

Tayná brincava no local com o irmão, uma tia e um primo quando foi atingida com um tiro na cabeça

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 09/04/2015 às 14:01
Leitura:
Foto: Ricardo B. Labastier / JC Imagem


A morte de Tayná Vitória Silva Santos, na última sexta-feira (3), na cidade do Paulista, Região Metropolitana do Recife, continua sendo investigada pela polícia. A garota, que tinha 7 anos, morreu depois de ser atingida por uma bala perdida no cruzamento da Avenida F com a Rua 79, em Maranguape 2. Tayná brincava no local com o irmão, uma tia e um primo quando os disparos começaram. A menina levou um tiro na cabeça.

O gestor da divisão de Homicídio da Metropolitana Norte, Salatiel Patrício, explica como as investigações foram iniciadas.

No dia do incidente, a menina chegou a ser socorrida e encaminhada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Jardim Paulista. Em seguida, ela foi levada ao Hospital da Restauração, no bairro do Derby, mas não resistiu à gravidade do ferimento e faleceu pouco depois de dar entrada na unidade de saúde.

Tayná foi atingida na Sexta-Feira Santa (3). Devido ao feriado, no momento em que o tiroteio ocorreu, a rua estava bastante movimentada e cheia de crianças. De acordo com os moradores, a localidade costumava ser violenta, mas ultimamente estava tranquila, com raros casos de roubos ou assassinatos.

Mais Lidas