AJUDA

Após incêndio, auxílio-moradia para moradores da Favela do Plástico vai passar de R$ 151 para R$ 200

Os moradores perderam tudo depois de um incêndio na última segunda feira (6)

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 11/04/2015 às 17:10
Leitura:
Foto: Diego Nigro / JC Imagem


A Secretaria de Habitação de Pernambuco pretende ampliar o valor do auxílio-moradia para as famílias da comunidade do Plástico, em Campo Grande, na Zona Norte do Recife, de R$ 151 para R$ 200 em maio. Os moradores perderam tudo depois de um incêndio na última segunda feira (6). O reajuste do benefício foi anunciado pelo secretário da pasta, Marcos Baptista, durante mutirão para emissão de documentos das vítimas neste sábado (11).


Foto: Lélia Perlim / Rádio Jornal



O mutirão foi realizado na escola municipal Mário Melo, em Campo Grande, em uma parceria do Governo do Estado com a Prefeitura do Recife. Os moradores puderam dar entrada em certidão de nascimento, identidade, tirar CPF e carteira de trabalho. Serviços de saúde também foram oferecidos, desde vacinação e aferição de pressão arterial, até orientações sobre saúde bucal.

Ainda neste mês, os auxílios vão ser repassados às 300 famílias cadastradas sem reajuste. O terreno foi cercado para evitar novas ocupações. Um novo mutirão para a entrega dos documentos ainda não tem data prevista para ser realizado.

Mais Lidas