POLÊMICA

Associação dos Delegados quer anular concurso público com 100 vagas para Polícia Civil

A ADEPPE questiona a dispensa de licitação para contratar a Comissão de Concursos do IAUPE e a ausência da OAB no processo seletivo.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/04/2015 às 7:39
Leitura:
Imagem: reprodução Google Street View


A denúncia foi entregue ao promotor Maviael de Souza Silva, coordenador das Promotorias de Defesa do Patrimônio Público. A Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Pernambuco (ADEPPE) entidade questiona a dispensa de licitação para contratar a Comissão de Concursos do Instituto de Apoio Universidade de Pernambuco (IAUPE). O concurso serviria para preencher 100 vagas.

A ADEPPE alega ainda que há uma assinatura na documentação de uma pessoa que não faz parte dos quadros da Polícia Civil. A Associação também argumenta a ausência da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no processo seletivo.

O presidente recém eleito da entidade, Francisco Rodrigues, afirma que concurso público é um negócio sério:

A Secretaria Estadual de Defesa Social diz que seis empresas foram contatadas e o melhor preço foi o da Iaupe-Conupe. A comissão também é formada por três delegados, além de dois representantes da Secretaria de Administração.

Mais Lidas