ECONOMIA

Motoristas de carretas reivindicam participar do transporte de carros fabricados em Goiana

A categoria não aceita a proposta de dividir com outros sindicatos o transporte dos novos automóveis da marca Jeep

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/04/2015 às 15:10
Leitura:

Foto: Edmar Melo / JC Imagem


Os motoristas de carretas voltaram a protestar, nesta terça-feira (14), nas ruas do Centro do Recife. A categoria não aceita a proposta de dividir com outros sindicatos o transporte dos novos automóveis da marca Jeep, que começam a ser fabricados no polo de Goiana, na Mata Sul.

Com 12 caminhões, conhecidos por cegonha, eles saíram do Cais de Santa Rita, percorreram a Avenida Martins de Barros, Ponte Buarque de Macedo, Cais do Apolo, até chegar ao Cais da Alfândega, onde realizaram assembleia.

De acordo com Luciano Pontes, vice-presidente do Sindicato dos Transportadores Autônomos de Veículos Automotores de Pernambuco (Sintrave), esse foi o quinto ato da grupo desde 2012, quando teria começado o processo de negociação com a Sada Operadora de Logística, empresa que realiza o transporte dos carros produzidos. Luciano detalha os motivos da ação e aponta o que teria sido discutido com a empresa em reunião essa semana:

Em nota, a assessoria da Sada disse que não está negociando com o Sindicato dos Transportadores Autônomos de Veículos Automotores de Pernambuco ou qualquer outro sindicato. A empresa abriu seleção pública para contratar cegonheiros pernambucanos e até agora nove preencheram todos os pré-requisitos solicitados. A empresa afirma que pode contratar até 25 motoristas do Estado. A inscrição é feita pelo www.sada.com.br

Mais Lidas