PERDA

Líder do PT na Alepe, deputado estadual Manoel Santos morre aos 63 anos

Político pernambucano lutava contra câncer no esôfago desde 2014

Da Rádio Jornal, com informações da Agência Brasil
Da Rádio Jornal, com informações da Agência Brasil
Publicado em 19/04/2015 às 16:02
Leitura:
Deputado Manoel Santos lutava contra um câncer no esôfago desde 2014. Foto: Reprodução / Facebook

O deputado estadual Manoel José dos Santos (PT-PE) morreu na manhã deste domingo (19), em São Paulo. Ele tinha 63 anos e nasceu em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco. Manoel Santos vinha enfrentando um câncer no esôfago desde 2014. O deputado estava no Hospital de Beneficência Portuguesa, em São Paulo, se tratando da doença desde fevereiro.

Manoel Santos foi eleito em 2014 com 55.310 votos. Filho de pequenos agricultores, o deputado teve trajetória política ligada à questão agrária. Foi presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), primeiro secretário rural da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e dirigente-fundador do PT em Pernambuco.

Manoel teve algumas complicações no quadro clínico nos últimos três dias e foi parar na UTI. Ele era líder da bancada do Partido dos Trabalhadores em Pernambuco e tinha uma forte ligação com trabalhadores do campo, exercendo a vice-presidência da Comissão de Agricultura, Pecuária e Política Rural.

O corpo será cremado no cemitério Morada da Paz, em Paulista, e depois seguirá para Serra Talhada, terra natal do deputado. Ainda não há data definida porque tudo depende do traslado. A vaga de Manoel Santos na Assembleia Legislativa de Pernambuco será assumida pelo suplente, o ex-prefeito de Carpina Manoel Botafogo. O político Manoel Santos deixa esposa e quatro filhos.

O PT emitiu nota de pesar na qual afirma que "o Partido dos Trabalhadores se solidariza com a família de Manoel dos Santos neste momento de inconsolável dor". O ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, também emitiu uma nota de pesar sobre a morte do deputado Manoel Santos. Confira a nota na íntegra:

"Manoel Santos, nosso querido Manoel de Serra, dedicou sua vida a ampliação dos direitos dos trabalhadores rurais do Nordeste e de todo o país. Foi presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), e um dos responsáveis, entre outras conquistas, pela criação do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Continuou a defender com coragem e dedicação as causas populares como deputado estadual do Partido dos Trabalhadores em Pernambuco. Um grande amigo e companheiro que fará muita falta para as lutas sociais do Brasil. Neste momento de tristeza e saudade, nos juntamos aos familiares, amigos e companheiros de Manoel de Serra.

Dona Marisa Letícia e Luiz Inácio Lula da Silva
"

O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE) também emitiu nota de pesar em que lamenta a perda "do amigo e companheiro de lutas". O senador diz que, ao longo de sua trajetória política, não foram poucas as vezes em que viu Manoel colocar em risco a sua própria vida para defender os trabalhadores rurais.

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, também lamentou a morte do deputado estadual, que classificou como um líder sindical comprometido com os trabalhadores rurais e uma liderança sólida e positiva.

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Agrário, Santos atuou na formulação de políticas públicas e sociais como a Previdência Rural, o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), Garantia-Safra, Cooperativismo Solidário e Desenvolvimento Rural Sustentável.

Mais Lidas