REAÇÃO

Aprovação do fundo partidário divide opiniões no Congresso

Humberto Costa (PT-PE) lembrou que as alterações e aumento do valor foram aprovados por unanimidade pelos parlamentares.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 23/04/2015 às 8:56
Leitura:

A aprovação, pela presidenta Dilma Rousseff, do valor triplicado do fundo partidário no Orçamento Geral da União 2015 está dividindo opiniões do Congresso Nacional. Para o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a reação da sociedade mostra que as pessoas não aprovam o financiamento público das campanhas.

Já o senador Humberto Costa acha injusto jogar a responsabilidade do aumento do fundo partidário nas costas da presidenta quando a proposta foi aprovada por unanimidade no Congresso. "Me chama atenção o fato de alguns parlamentares terem votado a favor e agora se colocarem contra a decisão da presidenta", reagiu Humberto.

Confira o comentário diário de Romoaldo de Souza, repórter da Rádio Jornal em Brasília, publicado no Redator de Plantão desta quinta-feira (23). O programa é transmitido da segunda ao sábado, das 6h às 6h45:

Mais Lidas