EDUCAÇÃO

MPT participa de audiência para discutir assédio moral sofrido por professores da rede pública

E mais de 20 estudantes da rede pública promovem um ato em apoio aos professores

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 23/04/2015 às 16:45
Leitura:
Foto: Divulgação / Sintepe


Audiência pública na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) discutiu, nesta quinta-feira (23), o assédio moral sofrido por professores. O encontro foi proposto pela Comissão de Cidadania, Direitos Humanos e Participação Popular da casa.

Na audiência, membros do Ministério Público do Trabalho (MPT), Ministério Público de Pernambuco (MPPE), e do Sindicato dos Professores (Sintepe) debatem denúncias de perseguição e assédio.

E mais de 20 estudantes da rede pública promovem um ato em apoio aos professores. Eles estão sentados na Rua da União, em frente ao prédio anexo da Alepe, onde acontece a audiência pública.

Levantamento realizado, nesta quinta (23), pela Secretaria de Educação, nas escolas da rede estadual aponta que 56% das unidades de ensino não paralisaram as atividades. Outros 37% paralisaram parcialmente e 7% aderiram totalmente à paralisação. Os números são referentes ao turno da manhã. A greve que já tem 13 dias é em reivindicação ao reajuste de 13,01% para todos os professores da rede.

Mais Lidas