FRAUDE

Último procurado da Operação Mercador se entrega à polícia

Jefferson Faustino da Silva, de 29 anos, retornou de Fortaleza e se entregou no Fórum de Ipojuca

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 23/04/2015 às 14:36
Leitura:
Polícia deu detalhes do caso em coletiva de imprensa
Foto: Polícia Civil / Divulgação


Com o 11º mandado de prisão temporária da Operação Mercador cumprido, o trabalho investigativo da Polícia Civil foi totalmente concluído. Os detalhes foram apresentados na sede da Delegacia de Crimes Contra a Administração Pública (Decasp), nesta quinta-feira (23).

Jefferson Faustino da Silva, de 29 anos, considerado foragido, retornou assustado de Fortaleza onde estava a serviço como operador de plataforma e se apresentou no Fórum de Ipojuca, no Litoral Sul do Estado. Em depoimento, disse que ficou sabendo de fotos publicadas em jornais e procurou a Justiça.

Com esta prisão, todos os alvos da quadrilha suspeita de fraudar o concurso para Guarda Municipal de Ipojuca, ficam à disposição da Justiça. Patrícia Domingos, titular da delegacia, explica qual era a participação do preso:

No dia 16 deste mês, a polícia já tinha apresentado outros dez integrantes desta organização criminosa, que usava ponto eletrônico para repassar gabarito por R$ 20 mil aos interessados. Eles serão indiciados no inquérito por associação criminosa e crime de fraude em concurso público com penas que podem chegar a sete anos.

Os compradores da fraude identificados pela polícia também vão responder na Justiça por crime de fraude em concurso público. Até o final do mês, a polícia deve encerrar o caso, com um total de 27 indiciados, 11 integrantes da quadrilha e 16 candidatos beneficiados pelo esquema.

O concurso público para guarda municipal de Ipojuca está suspenso.

Mais Lidas