TORNOZELEIRAS

STF concede prisão domiciliar a empresários envolvidos na Lava Jato

Ministra Carmem Lúcia, contrária a liberdade dos empresários, teme que eles usem as tecnologias para dar prosseguimento ao esquema.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 29/04/2015 às 9:10
Leitura:
Foto: Reprodução/Internet


O juiz Sérgio Moro concedeu prisão domiciliar aos nove executivos das empresas investigadas na Operação Lava Jato que cumpriam prisão preventiva. Eles vão sair da cadeia nesta quarta-feira (29), usando tornozeleiras eletrônicas e precisam se apresentar a justiça uma vez por semana.

Segundo o ministro Teori Zavascki, não se pode manter na prisão pessoas que estão sendo investigadas mas não colocam em risco as investigações. Já a ministra Carmem Lúcia, contrária a liberdade dos empresários, teme que eles usem as tecnologias para dar prosseguimento ao esquema de combinação de preços.

Confira o comentário diário de Romoaldo de Souza, repórter da Rádio Jornal em Brasília, publicado no Redator de Plantão desta quarta-feira (29). O programa é transmitido da segunda ao sábado, das 6h às 6h45:

Mais Lidas