VIOLÊNCIA

Policial morto ao tentar impedir assalto a vizinho é sepultado em Santo Amaro

Homem ainda foi socorrido para o Hospital da Restauração, mas não resisitiu aos três disparos

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 05/05/2015 às 14:03
Leitura:
Foto: Reprodução / TV Jornal


Parentes e amigos do policial civil morto na UR-3/Ibura compareceram, nesta terça-feira (5), ao cemitério de Santo Amaro, na área central do Recife, para prestar as últimas homenagens ao agente. Alecsandro dos Santos Belo, de 36 anos, foi baleado depois de tentar impedir o assalto a um vizinho. Ele ainda foi socorrido para o Hospital da Restauração, mas não resisitiu aos três disparos.

Colegas de trabalho, tanto da Polícia Civil onde ele atuava há dois anos, quanto da Militar, corporação na qual trabalhou por 11 anos, também foram dar apoio à família da vítima. Durante o velório em Santo Amaro, a víuva de Alecsandro, Juliana dos Santos, relata como foram os últimos dias com o marido que tinha entrado de férias na última sexta (1º).

Durante a troca de tiros, o presidiário em regime condicional, Rogério José de Oliveira, de 23 anos, foi baleado. O suspeito foi encaminhado para o Hospital Getúlio Vargas, onde permanece sob custódia do 19º batalhão.

Na casa do suspeito ainda foram encontrados um revólver calibre 38, maconha, dinheiro e a pistola .40 do policial assassinado. Rogério José de Oliveira deve ser autuado por latrocínio, roubo e tráfico de drogas, assim que receber alta médica.

Mais Lidas