INVESTIGAÇÕES

Disque Denúncia oferece R$ 2 mil por informações sobre executor de chacina em Poção

Wellington Silvestre dos Santos, o Chaves, é apontado como um dos executores de três conselheiros tutelares e de uma idosa

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 07/05/2015 às 15:10
Leitura:
Foto: Reprodução / Disque Denúncia


O Disque Denúncia Pernambuco divulgou imagens do único alvo da Operação Tutela em Liberdade. Wellington Silvestre dos Santos, o Chaves, é apontado como um dos executores de três conselheiros tutelares e de uma idosa, no município de Poção, no Agreste de Pernambuco. Os outros seis suspeitos envolvidos são uma oficial de justiça e avó paterna da criança alvo de disputa entre famílias, o advogado da servidora, um dentento e três executores estão à disposição da Justiça.

O crime ocorreu no dia 6 de fevereiro, enquanto a mulher e os conselheiros voltavam de Arcoverde, no Sertão, onde foram cumprir a reintegração de guarda de uma criança. Algumas prisões se deram em outros estados. O serviço de denúncias está oferecendo R$ 2 mil para quem ajudar a encontrar Wellington e inclusive reforçou a campanha em outros estados.

O inquérito foi encerrado pela Polícia Civil em 20 de abril. Sete pessoas foram indiciadas pelo Ministério Público e respondem por homicídio duplamente qualificado com agravante de grupo de extermínio. Juntas, as acusações podem chegar a 210 anos de prisão.

Wellington Silvestre é um criminoso altaente perigoso. Ele possui sete acusações de homicídios, entre eles, dois na característica de crime hediondo, uso de arma de fogo e tráfico de drogas.

Mais Lidas